“É só a Nonô!”

Esta é talvez a frase preferida dela – “É só a Nonô!” E define bem este ser pequenino com 13 quilos e quase 90 centímetros. Aviso-vos já que o que se passou até aqui foi “pra meninos”. Do alto dos seus 2 anos, a Leonor desafia a cada dia os nossos limites, tenta ir mais…

Ainda tão nova e já começa a dar despesas…

Acabou de fazer 2 anos e já começa a dar despesa. Acreditem que é verdade. Felizmente estas coisas já têm solução. =) Para meu sossego ainda existe algum bom senso nas instituições, e a pessoa tem sempre a possibilidade de ligar para a Vodafone e perguntar o que é que se passa com a factura…

A alegria incomparável de ver crescer uma criança

Aos quase 35 anos de vida posso perfeitamente afirmar que ver crescer a minha filha é um prazer absoluto e o maior regalo dos meus dias. É de facto uma alegria incomparável esta a de ver crescer uma criança. A minha. Vê-la conquistar pequenas vitórias diariamente. Assistir ao desbravar do mundo. À superação dos pequenos…

Ela está a crescer

  Há uns bons meses a Beta – a primeira e eterna auxiliar da escolinha – disse-me que a Nonô ia começar a falar muito cedo, que era mega despachadona e para me preparar que ela ia ser “fresca”. Pois bem, confirma-se tudo! Claro que ainda não recita poesia, calma, mas “fala” pelos cotovelos. Nem…

Uma etapa que termina… outra que começa!

Foram quase 21 meses. Nunca imaginei, como já vos tinha dito uma vez. Nunca imaginei que conseguisse amamentar durante tanto tempo, que tivesse tamanha vontade e força e espírito de sacrifício que, vamos lá ver, é preciso de vez em quando, pelo meio do caminho. Sempre gostei de dar mama, mesmo quando ao início as dores…

A quatro meses dos 2 anos… as birras

Tal como se previa, as birrinhas por tudo e por nada já chegaram a esta santa casa. Outra coisa não seria sequer de esperar de uma criança com tanta atitude, muita inteligência, extremamente atenta, observadora e destemida. É assim a minha filha. Parece não ter medo de nada, ou de quase nada, com excepção de… estranhos,…

Querido, mudei as cadeiras auto!

Sempre tive presente que mais vale mudar para melhor, ainda que mais tarde, do que não mudar de todo. Enquanto casal preservamos isso e ainda mais desde que a Leonor nasceu. As mudanças trazem coisas boas, bons ventos, boas energias. Sabe bem mudar e sabe ainda melhor quando as mudanças são cheias de confiança.Ora, mas…